terça-feira, 1 de novembro de 2016

MANTÔ/XALE LUBUSHKA DE QUADRADOS PERFEITOS

Mais uma daquelas peças que a gente encontra na internet e se apaixona.
Bati o olho e pensei - tenho que ter esse mantô!
Não é difícil para fazer, porém é bem trabalhoso devido às constantes mudanças de cores, então é uma peça demorada que requer paciência e capricho, pois é muito fio para ser escondido (e se não esconder, nossa, que serviço porco vai ficar!).


Trabalhei com fio Família, usei 14 novelos de 40g, um de cada cor.
Cada quadrado foi feito com 17 pontos na agulha, sendo que as cores são trocadas sempre pelo lado avesso.
Caso não conheça o quadrado perfeito, procure a receita no blog, já publiquei anteriormente.

Primeira faixa - monte com agulha nº 4,5, 19 quadrados perfeitos separados e em duas cores diferentes cada um deles.

Segunda faixa - pegue dois quadrados e monte um quadrado perfeito em duas cores diferenciadas entre os dois, emendando-os.

Na sequência, pegue mais um dos quadrados já montados e emende, fazendo um quadrado perfeito no vão entre os dois, até terminar com os 19 quadrados. 
Terminada a primeira faixa, com as emendas já temos a segunda também, que terá 18 quadrados, e daí para a frente é ir montando quadrados em duas cores no vão entre cada dois quadrados, e a cada nova faixa, teremos um quadrado a menos até concluirmos o xale com um quadrado apenas.
Teremos então um xale básico com 19 fileiras e um total de 190 quadrados conforme a foto abaixo.



Na sequência, montamos 152 pontos em uma lateral e tecemos 60 carreiras em tricô, direito e avesso. Como o trabalho já vai ficando pesado o ideal é montar essas carreiras usando uma agulha circular se tiver disponível, assim reduz o peso e não prejudica tanto as articulações dos pulsos.
Pelo direito do trabalho faremos uma diminuição no lado da carreira onde fica o meio das costas do xale e um aumento no lado da carreira onde temos a abertura. 
Terminada as 60 carreiras, montamos do outro lado do xale e fazemos a mesma coisa, um aumento do lado da abertura e uma diminuição do lado do centro do xale, sempre pelo direito do trabalho. Fica conforme abaixo.



Concluídas as duas faixas laterais, tecemos nove quadrados perfeitos individuais e prendemos com dez correntinhas de crochê cada uma na parte traseira do xale para dar um charme a mais.



Abaixo, fotos do produto final no modelo, espero que gostem!
Não é difícil de fazer, mas é bem trabalhoso.





















7 comentários: